No sertão da Bahia, Rafael Irineu começou a fotografar com apenas 11 anos de idade, encontrou em uma simples câmera digital a forma de superar uma depressão infantil. A pequena cidade (Mirante-BA) não tinha fotógrafos, apenas mascates ambulantes, que desenhavam retratos, e foi ali que começou a trabalhar. Com o apoio de uma vizinha benzedeira, que indicava para os casais, gestantes, pessoas etc, tirava as fotos e revelava na cidade vizinha, enquanto sua mãe fazia a compra do mês. Confira algumas fotografias tiradas na época (2005/2006).